Home


O misterioso Significado das cores

As cores têm uma importância vital no quotidiano das pessoas. Influenciam directamente o nosso comportamento e o nosso sentido de humor, mesmo de forma inconsciente. Quando os nossos olhos captam uma cor despoletam-se impulsos cerebrais e reacções diversificadas.

Deste modo, a cor é um poderoso instrumento de comunicação, mas também tem papel fundamental na identificação e visualização das coisas. Um objecto sem cor teria um outro significado totalmente distinto da percepção colorida que dele se revela.

A cor é pura energia vibratória que afecta de forma imediata e diferente cada ser humano. Cada cor produz divergentes sensações e cada pessoa reage a uma cor de forma distinta de outra. Tudo fruto da intensidade, da luminosidade e da saturação da cor, mas também das características psicológicas de cada indivíduo.

As cores e a psicologia

Cada cor suscita emoções e valores, sendo poderosos estímulos psicológicos para os indivíduos. Contribuem para a tomada de decisões destes, levando-os a gostarem ou não de algo, a aceitarem ou rejeitarem uma coisa, a agirem ou não perante uma determinada circunstância.

Neste âmbito, as cores têm utilizações diversificadas na nossa sociedade, sendo alvo de estudos e de teorias várias. Na psicologia o seu uso é recorrente no tratamento de diversas maleitas psíquicas, acreditando-se que os atributos de determinadas cores podem ajudar no tratamento de certos pacientes.

A cada cor está associado um significado concreto, fruto das sensações que se lhe associam. Assim, o azul, que é a cor do mar e do céu, está ligado à tranquilidade, enquanto o verde, a cor da natureza, se associa à vitalidade. O uso destas e de todas as cores assume-se fundamental no dia-a-dia das pessoas, designadamente na decoração dos espaços, contribuindo para fomentar determinados estados de espírito e para criar divisões que, de algum modo, reflitam um pouco de nós ou do que nós gostaríamos de ser.

As cores e a decoração

O correcto uso de uma paleta de cores é um ponto determinante para a criação de ambientes confortáveis e acolhedores. Usar a combinação certa de cores permite que um determinado espaço cause sensações de auto-estima e de bem-estar, o que promove a redução do stress e da ansiedade, afastando angústias e depressões.

As cores têm inclusive influência no tamanho das coisas. Não é que as aumentem ou reduzam, mas conduzem o olho humano a percepcionar uma divisão, um sofá, uma mesa de uma forma diferente do que ela é na realidade. As chamadas cores quentes (o vermelho, o amarelo) tendem a aumentar os objectos, enquanto as designadas cores frias (o azul, o verde) reduzem as dimensões dos mesmos.

As cores e a publicidade

Na área da publicidade e do marketing, as cores têm uma importância vital, sendo usadas de forma consciente e elaborada com o sentido de passar as mensagens desejadas. As Agências publicitárias, os assessores de imagem das empresas e os designers demoram-se na escolha das cores para os respectivos trabalhos, procurando associar o produto que pretendem “vender” à melhor escolha possível.

Na publicidade tem tudo a ver com a imagem, com a associação de um produto a uma determinada ideia. Não é necessariamente o que o produto é ou vale, mas o que a sua posse pode sugerir de quem o detém. Nesse sentido, a cor assume-se como vital para traçar um plano comercial eficaz. Não é à toa que os artigos de luxo são associados à cor dourada. Esta está associada ao dinheiro e ao prestígio, insinuando uma ideia de poder que poderá fomentar a compra deste tipo de objectos.

As cores têm grande relevância estética e são por isso fundamentais no âmbito do design, especialmente quando o intuito é atrair potenciais clientes. No domínio da Internet, onde a imagem tem papel fundamental, o bom uso das cores é imprescindível para captar e manter utilizadores.

Qualquer página web tem como principal função comunicar, com palavras, com imagens e com cores. As escolhas que os bons designers fazem para a criação de um site não são puramente desinteressadas do significado e do potencial de reacção de cada cor. E é importante que assim seja, pois as escolhas erradas terão um efeito trágico para o site em questão.

As cores no cinema

O uso da cor é um detalhe essencial na elaboração de qualquer filme. Conjuntamente com o som, a cor é o que concede a qualquer obra cinematográfica o seu tom essencial. Assim, um filme de terror é marcado pelo preto e pelos ambientes escuros, enquanto numa comédia romântica haverá recurso a cores mais luminosas e vibrantes.

Inclusive na caracterização das personagens a cor assume importância fulcral, designadamente no vestuário. Um vampiro aparecerá por norma vestido de preto ou de vermelho. Já uma princesa ou uma menina ingénua terá vestimentas em tons rosa. O fato do super-herói é habitualmente vermelho e azul, enquanto o vilão veste-se de verde ou de laranja.

A cromoterapia

A Cromoterapia é, em termos genéricos, a terapia das cores. Mais concretamente, é a utilização das cores para a cura de doenças e é uma prática utilizada desde o antigo Egipto.

Os terapeutas da Cromoterapia acreditam que cada cor tem uma vibração energética própria e capacidades de cura específicas. Assim, procuram usar as cores adequadas para propiciar a harmonia do corpo.

Com forte implantação no Japão, a Cromoterapia faz parte das terapias alternativas em ascensão no mundo ocidental. Apesar disso, não tem reconhecimento científico, embora haja estudos competentes que comprovam a influência das cores na saúde humana.

Teoria das Cores

Ao longo do tempo, vários estudiosos se dedicaram à análise das cores, pela importância que estas têm no quotidiano humano. O cientista inglês Isaac Newton foi uma dessas pessoas, esboçando os princípios básicos da chamada Teorias das Cores.

Em termos genéricos, a Teoria das Cores determina que a cor é um fenómeno físico que está relacionado com a existência de luz. Sem luz, não haveria cores, é o que conclui. Assim, o preto existe porque algo reteve toda a luz existente. Já o branco é visível quando algo reflecte toda a luz existente. Assim, o preto e o branco não são encarados como cores, mas como presença ou ausência de luz.

Há uma imensidão de outras teorias sobre as cores, designadamente no “Tratado da Pintura e da Paisagem – Sombra e Luz” de Leonardo da Vinci, mas é preciso convir que a cor é muito mais um fenómeno subjectivo do que objectivo e cientificamente embalado. A sua percepção está intrinsecamente relacionada com o olho humano e com a sensibilidade específica de quem vê.




Últimos significados publicados

Significado das cores no feng shui

O Feng Shui é a arte chinesa de criar ambientes harmoniosos e equilibrados que permitam às pessoas viver e trabalhar de uma forma mais feliz, em perfeita harmonia com a natureza. O termo Feng Shui, traduzido...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Significado das cores no Ano Novo

A passagem de Ano é um momento muito significativo para a maioria das pessoas, acreditando-se que é preciso entrar no novo ano com o pé direito e da melhor forma possível. Assim, as pessoas privilegiam...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Significado das cores na publicidade

As cores têm influência psicológica directa nos seres humanos de formas mais intensas do que muitos acreditam. Causam emoções, provocam sensações e podem contribuir para a resolução ou para o...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor prata

  O prata ou prateado é uma variação da cor cinza e está directamente associada com o moderno, com a novidade, com as novas tecnologias e com a inovação. Sendo normalmente associada com o metal...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor beringela

  A cor beringela, que é uma variação do roxo e do violeta mas em tons mais escuros, simboliza a criatividade, incentivando o intelecto e convidando ao misticismo. É ainda ideal para a meditação,...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor bege

  O bege é uma cor neutra que é associada ao sentido prático e ao conservadorismo. Acarreta sentimentos de melancolia e reporta ao clássico, transmitindo ainda sensações de calma e de passividade. Semelhante...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor cinza

  O cinza é a cor intermédia entre o preto e o branco e por isso suscita o equilíbrio e a flexibilidade. Também pode simbolizar a estabilidade, o sucesso e a qualidade. Simboliza ainda a posição...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor preta

  O preto é a cor que representa o poder por excelência. Associa-se, pela mesma ordem de ideias, a autoridade, a formalidade, a força, a intransigência, a prestígio e a seriedade. Esta cor também...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor branca

  O branco é considerado a cor da perfeição, sendo associado à bondade, à inocência, à pureza, à virgindade e à luz. É a cor da sinceridade e da verdade e acarreta sensações protectoras....
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)

Qual o significado da cor roxa / violeta

  O roxo é a cor que se associa à realeza, simbolizando assim o poder, a nobreza, o luxo e a ambição. A sua utilização sugere a riqueza e a extravagância que se associam aos nobres. Combina...
Publicado por admin | Em: 11-09-2015 | Comentários (0)